O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Outros Números
 
 
  Nº 28 Maio de 2007 / Ano 4  
 
  Editorial  
 

O n°28 de Latusa marca dois anos de intensa produção no mesmo tempo que permuta os responsáveis por sua edição. Suas características e sua política editorial, tão bem firmada por Heloísa Caldas, mantidas com empenho e dedicação por Elisa Monteiro, são garante das balizas que a orientam.
Neste número vocês encontrarão três textos, cada um de sua maneira relacionado ao tema das XVIII Jornadas Clínicas da EBP-Rio, “Objetos soletrados no corpo”, que serão realizadas em novembro deste ano.

Carlos Augusto Nicéas desenvolve o tema do próximo Congresso da AMP, cuja apresentação, por Jacques-Alain Miller, inspirou o próprio tema de nossas Jornadas. Nicéas demarca a importância do objeto a na primitiva “relação indizível com o gozo”, na qual o “jovem sujeito” põe em jogo a resposta sintomática que o particulariza: “mascara com um pedaço de corpo o que supõe faltar ao Outro”.

A conferência “O Objeto de arte” de Romildo do Rêgo Barros, escrita em espanhol, publicada em inglês, e agora traduzida para o português, traz em seu cerne a pesquisa, que o autor está desenvolvendo em suas aulas no Instituto de Clínica Psicanalítica do Rio de Janeiro, sobre o objeto a e o conceito de sublimação.

O texto de Ondina Machado, apresentado na primeira Noite de Cartéis da Diretoria da EBP-Rio, expõe as características do cartel, sua lógica própria, demarcando assim, a importância dos cartéis para a Escola de Lacan, e para nossas Jornadas.
Tal como Prometeu que, dando fogo ao homem, conferiu-lhe também o conhecimento, Latusa, com seus colaboradores, almeja manter acesa em cada um de seus leitores a chama da provocação advinda do desejo. Boa leitura!

Maria Angela Maia

Editora de Latusa

 


 
 
  O objeto a e o drama da subjetivação  
 

Carlos Algusto Nicéas

 
 
  O objeto de arte  
 

Romildo Rêgo Barros

 
 
  Debate sobre a atualidade dos cartéis  
 

Odina Maria Rodrigues Machado