O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Outros Números
 
 
  Nº 6 Junho de 2004 / Ano 1  
 
  Editorial  
 

Latusa nº 6 traz ao leitor um retrato vivo do que é a produção hoje na seção Rio da EBP.
O artigo Lacan e seus Outros, de Marcus André Vieira, assinala a publicação entre nós de Outros Escritos de Jacques Lacan, e faz ressaltar a incidência do modo de funcionamento próprio da linguagem e do inconsciente no trabalho de edição, na relação entre o autor e sua obra, a fala e a escrita, a edição e a publicação, o autor e seus leitores, em seus efeitos de descontinuidade e dispersão. Neste trabalho, Marcus André Vieira, além de acentuar a renovação do debate aberto sobre a relação entre um autor, sua obra e seus leitores, trata dos efeitos que a introdução do discurso psicanalítico pode produzir neste campo e indica as possíveis conseqüências desta publicação para a repercussão da voz de Lacan no Brasil.

No artigo Nada sobre o sexo!, Tânia Coelho dos Santos, parodiando Sade, exorta os analistas a um esforço a mais frente à dispersão contemporânea a que se conforma a cultura. Tânia Coelho dos Santos nos transporta ao universo inusitado de Almodóvar, em que peripécias e inversões folhetinescas descortinam um mundo fragmentado de corpos e gozos de onde o nome do pai se furta, onde Tudo sobre minha mãe revela Nada sobre o sexo, mas também nos faz reencontrar velhos temas tão caros aos folhetins sensíveis à tragicidade da existência humana. Leva-nos a concluir com ela, Almodóvar é um cineasta sério.

Por fim, Ângela Negreiros, em “Desenha aí, ô” ou a anorexia epistêmica, se interroga sobre os destinos da interpretação no mundo contemporâneo em que os pacientes parecem manter uma relação frágil e anoréxica com o saber. Destaca três modalidades de queixa do paciente quanto à interpretação que co-existem à relação, tênue, mantida por estes mesmos pacientes com o saber inconsciente. Destaca daí o esforço de poesia necessário face a essa anorexia epistêmica.

Três textos, múltiplos e diferentes, que se reúnem, para sorte do leitor, no esforço de trazer respostas a questões contemporâneas, neste número de Latusa.


Cristina Duba

 

 

 

 


 
 
  Lacan e seus outros (ou quanto um autor é capaz de intervir na leitura de sua obra?)  
 

Marcus André Vieira

 
 
  Nada sobre o sexo  
 

Tania Coelho dos Santos

 
 
  "Desenha aí, ô", ou a anorexia epistêmica  
 

Angela Folly Negreiros